terça-feira, 27 de maio de 2008

Amor e Respeito.

Eu estava voltando para casa no transporte escolar, cansada, observando as pessoas que andavam na rua. O rádio estava ligado, mas minha atenção não se dirigia à ele, até o locutor iniciar um assunto que, imediatamente, atraiu minha atenção completamente. Ele falava sobre a enorme quantidade de pessoas que vão hoje à Parada Gay. A intonação dele foi clara: era mais uma das pessoas que não admitia esse tipo de evento e que se revoltava por perceber o crescente público que a festa adquiria.

Momentos depois ele refere-se a alguns pais, que levavam seus filhos pequenos à Parada Gay como se essa fosse "um programa de lazer como todos os outros". Logo depois crítica o depoimento de uma garota de 9 anos, frequentadora da Parada Gay desde os 5 anos que diz: " Lá você vê homem vestido de mulher e mulher vestida de homem. É normal. É legal." E para fechar com chave de ouro o seu show de preconceito, declara: " Os pais não sabem mais criar os filhos como antigamente. Qual será o futuro desse país? Esses crianças vão crescer achando que essa troca de sexo é normal, que ver homem com homem e mulher com mulher é tão normal que ver um casal aos beijos. E quem sabe, até, eles não queiram experimentar ou pior, adquirir essa pouca vergonha".

Na verdade eu não me surpreendi com tudo o que foi dito por esse locutor. Ele não é o único, muito menos o último a pensar assim. Eu também já achei bizarro esse lance de homossexualidade. E o argumento de todos que ainda pensam assim é o mesmo " Não é normal!". Mas, o que é normal? Quem impôs o que era normal ou não? Qual o padrão para se dizer se algo é anormal? E outra vez a resposta é sempre a mesma: " Porque Deus criou o homem para a mulher. Todo mundo pode ver". Tudo bem. Então, como é que se explica casos de homossexualidade entre animais? Porque, até onde eu sei, os animais também foram criados por Deus.

Existem várias especulações sobre o assunto. Atribuem o homossexualismo a distúrbios neurológicos, problemas no comportamento e por aqueles mais radicais, falta de vergonha na cara. Já li sobre estudos que atribuiram essa atração por pessoas do mesmo sexo a genética e/ou a influência do meio. Mas sabe, acho que a busca árdua e insistente por uma explicação que justifique o comportamento dessas pessoas podia abrir espaço para um pouco de respeito. E se precisar, um esforço maior para compreender. Talvez não seja fácil para alguns, talvez absurdo para outros, mas num ponto todos convergem: o amor, a felicidade e o respeito são direitos de cada um. Que não concorde, mas que ao menos respeite. O preconceito é a forma mais estúpida de dizer "eu não tenho capacidade para respeitar".

O homossexualismo pode ir contra a religião de muitos, contra os principios de vários outros, mas vai de encontro à lei do amor. Gadhi já dizia " O amor é a força mais abstrata e também a mais potente que há no mundo" - " Um covarde é incapaz de demonstrar amor, isso é privilégio dos corajosos".

4 comentários:

Raiana disse...

Uma vz, eu tb estava numa topique, e vi duas mulheres na parada, e elas não escondiam carinhos e afetos. Uma mulher então do meu lado fez o msm comentário do locutor, q "as pessoas não tinham mas vergonha na cara". E eu que tinha achado lindo a cena delas conversando e admitindo p/ td mundo q se gostavam, sem vergonha nem receio. As pessoas deveriam achar isso belo, ñ subversivo...
Concordo, acima de tudo devemos valorizar a busca pelo amor e a felicidade, seja de qual forma for, o importante é q seja sincero!
Bjos moça linda!!

ccauan disse...

putz
homosexualismo é um assunto meio ridicularizado ainda hoje, como se gays não tivessem vidas e como se as vidas deles não viessem interferir nas nossas! Não vejo ainda muitos debates que procurem relamente achar uma forma de eles e nós convivermos de forma harmoniosa, sem uns infringirem os direitos dos outrs, e é direito de todos amar quem quer ser amado, independente de sexo.
Ah, e essa coisa de discutir o assunto segregrando gays e heteros já é uma forma de preconceito, e eu usei dessa forma de preconceito no meu comentário, mas eu entendo que não há com segregar, somo todos a mesma coisa, humanos, e é por isso que eu tento sempre trabalhar meu preconceito pra pelo menos diminuí-lo.

***
ah, brigadão pelos parabéns.
teu blog tá muito irado.
posso colocar lá na lista de blogs favoritos do meu blog?
beijOo

Eduardo Porto disse...

Parabéns pelo texto Lari, seu blog está simplesmente sensacional, mesmo.

O preconceito é condenável e deve ser passível de punição.

Beijos.

Igor Pinheiro disse...

Aqui começa meus comentários pelos seu Blogue... O fato e simples, sem muito calculo ou mistério, Deus criou o Homem, e de sua costela foi criada o SER MAIS LINDO DO UNIVERSO!!!
A mulher... Essa mulher tinha o direito de procriar e cuidar de Adão, sendo assim sua companhia para todo o sempre... mas sabe, aquela cobrazinha foi lá e fez aquilo tudo!!! kkkkkkkk... O caso do Homossexualismo já vem dos tempos das guerras gregas e dos exércitos Romanos, que para a proteção de seus companheiros criavam um vinculo de amizade tão grande que chegava a ser ate de uma amor que passava da simples amizade de amigos, aqueles soldados defendiam em batalha a vida dos outros a dura pena! Aquilo tudo foi evoluindo e chegando a um certo ponto de encubação enorme... A tal revolução sexual foi em meado de 1968... Quando isso explodiu foi aquilo que se pode ver nos anos de 1995 aos dias de hoje... A parada gay realmente impulsiona um grande números de pessoas que são Gays, Lésbicas ou Simpatizantes... O puritanismo ainda esta em enormes camadas da sociedade mundial... mas mesmo assim algumas vezes e escondida em um puro sarcasmo de idéias Homofóbicas... Realmente o importante é ser feliz, sendo Homossexual, Negro, Amarelo, Azul, Fadinha do Dente ou qualquer coisa que a pessoa quiser! Ai entra algo que DEUS não pode mexer... O LIVRE ARBÍTRIO... Então até os animais tem liberdade sexual... Mas veja que algumas especies são incutidas neste pedestrianismo como forma de sobrevivência ou mostra de força maior! Em alguns casos... Em outros e só veadagem mesmo... heheheheh... mas o importante e ser feliz e não ferir o estado dos outros sendo eles o que forem!